APARELHOS ORTOPÉDICOS

  A Ortopedia Funcional dos Maxilares é uma forma de tratamento que visa corrigir na criança em desenvolvimento as divergências de crescimento ósseo entre a maxila e a mandíbula, redirecionando, estimulando e, até mesmo, restringindo o crescimento por meio de aparelhos bucais. As técnicas aplicadas não são agressivas e permitem criar uma aparência equilibrada, satisfatória e harmônica da face, evitando problemas de autoestima e rejeição, assim como alterações futuras de mau posicionamento dos dentes, desequilíbrio da oclusão, estresse do sistema neuromuscular e até disfunções da articulação têmporo-mandibular.

 

" Se a sua face está desarmônica, e você insatisfeito com seu visual, isso pode ter ocorrido devido a um crescimento dos ossos de maneira errônea, seja por falta ou excesso de crescimento do mesmo."  

O que é a Ortopedia Funcional dos Maxilares?

     A Ortopedia Funcional dos Maxilares é a especialidade da Odontologia que tem como objetivo tratar a má oclusão através de estímulos funcionais visando os equilíbrios ósseo, muscular e neurofuncional e por consequência das funções tais como mastigação, deglutição, sucção, respiração, fonação. A OFM é uma forma de tratamento que visa corrigir as diferenças de desenvolvimento entre a maxila e a mandíbula, redirecionando, restringindo e, até mesmo, estimulando o crescimento por meio de aparelhos bucais.

Como é feita a correção desse problema?

       Colocam-se aparelhos intrabucais para alterar a postura da mandíbula, estimulando-a a crescer e/ou posicionar-se de maneira correta, restringindo ou estimulando o crescimento onde há necessidade. Os aparelhos ortopédicos são bi maxilares e atuam soltos na boca, diferentemente dos aparelhos ortodônticos móveis que são presos aos dentes através de grampos de retenção. O aparelho ortopédico funcional induz o paciente a realizar um novo trabalho muscular, através de mecanismos que enviam uma mensagem ao cérebro, “informando” uma nova situação. Toda vez que a criança fecha a boca (durante a deglutição ocluímos a boca, isto ocorre mais de 2 000 vezes por dia) com o aparelho ortopédico, ocorre uma alteração da postura da mandíbula nos sentidos vertical e/ou horizontal e por meio desses dispositivos obtermos o equilíbrio das bases ósseas e a reabilitação neuro-oclusal. Para prevenir problemas futuros, aconselho a todos os pais que consultem um cirurgião dentista habilitado em Ortopedia Funcional dos Maxilares. Ele vai examinar e verificar se está tudo bem com o desenvolvimento crânio mandibular, dento facial e com a funcionalidade do sistema estomatognático das crianças.

Qual a idade ideal?

   Esses dispositivos ou aparelhos ortopédicos funcionais foram desenvolvidos para atuar precocemente, ou seja, assim que o problema seja detectado e o paciente esteja apto a colaborar. Existe a indicação à partir dos 4 anos de idade, mas, por experiência, sugiro aos pais à partir dos 7 anos, pois, o tratamento precisa de disciplina e colaboração das crianças e pais. Em odontologia, assim como em qualquer ciência médica não se admite mais o “esperar”. Quanto mais cedo pudermos intervir, maiores os benefícios lá adiante. A OFM tem a vantagem de apresentar uma grande variedade de técnicas e aparelhos para corrigir má oclusão e desvios funcionais de crescimento desde a mais tenra idade.

       "A Ortopedia Funcional dos Maxilares é uma forma de tratamento que visa corrigir as divergências de desenvolvimento entre a maxila e a mandíbula, redirecionando, restringindo e, até mesmo, estimulando o crescimento por meio de aparelhos bucais. Oclusão equilibrada, harmonia facial, funções preservadas e estabilidade nos resultados alcançados, são as premissas de uma terapêutica ortopédica funcional bem executada

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
  • Wix Facebook page

 Rua Nelo Cariola 456

   Botucatu - SP  

 CEP 18603-570 

 

© 2015 por DoutorWebs